domingo, 19 de fevereiro de 2012

Dúvidas sobre Calgary, atualizado

Este post é para atualizar um outro publicado em 2008 e que despertou muito interesse e que ainda é um dos mais lidos no blog. Trata-se da resposta a uma série de perguntas que recebi à época. Espero que seja útil a quem está pesquisando sobre o Canadá nos dias de hoje!

Quem quiser fazer contribuições, é só deixar comentários que vou atualizando o texto futuramente.

Chegando em Calgary

1. Quais as primeiras providências que deveremos tomar ao chegar em Calgary? Exemplo: Quais são os documentos que precisamos tirar no início? Onde obtê-los (endereço e telefone)? Quanto custa? Mais alguma dica?

R- Recomendo sempre que se vá diretamente a uma das agências de apoio ao imigrante (CCIS - http://www.ccis-calgary.ab.ca/ - e Immigrant Services Calgary - http://www.immigrantservicescalgary.ca/). Lá pessoas especializaddas vão dar muitas informações a vocês. Quando chegamos, fomos na Immigrant Services e fomos bem atendidos. Fiz um curso para me ajudar na busca por emprego no CCIS que foi muito legal (Employment Communication Workshop). Fora isso, as primeiras providências são: passar no prédio do governo federal para tirar o SIN, passar na central de atendimento do Alberta Health para tirar o cartão de saúde e abrir uma conta em banco. Nada disso é complicado.

2. Onde compramos o cartão de transporte? Poderemos obtê-lo em qualquer estação ou existe alguma específica para comprá-lo? Quanto custa?

R- Há 3 opções para pagar o transporte: 1) com moedas (ou cartão de crédito nas estações do C-Train, uma novidade de 2011) ao custo de 2.75 cada viagem (no ônibus, o valor tem que ser exato, pois não dão troco). 2) comprar um talão com 10 passagens por 27.50, o que é prático e pode ser obtido em uma infinidade de lugares, como lojas de conveniência, supermercados e nos postos de venda do Calgary Transit. 3) comprar um passe mensal por 94 dólares, o que é mais prático ainda e sai mais em conta se a pessoa andar de ônibus/metrô diariamente. Os passes estão a venda no finalzinho de cada mês e no início do mês vigente, nos mesmos lugares onde comprariam o talão.

4. Vocês tiveram algum apoio do governo quando chegaram no Canadá?

R- O apoio do governo é indireto, patrocinando estas ONGs que nos dão assistência e provendo as aulas de inglês do LINC. De resto, somos elegíveis aos mesmos programas que os canadenses de baixa renda são: subsídio para day care das crianças, assistência oftalmo e dentária para as crianças, food hamper (ajuda alimentícia provida por uma ONG) etc. As agências de apoio vão dar estas informações. P.S.: nós fomos “baixa renda” pelos 5 primeiros meses, até eu conseguir meu primeiro emprego...

5. Como foi a adaptação de vocês, como foi lidar com o idioma. Surgiram dúvidas, bateu algum desespero? O que foi mais difícil para vocês?

R- A gente é meio camaleão, principalmente eu (Renato)... Como meu inglês já estava afiado, não tive problemas e pude ser o ponto de segurança da família. Mildred passou por seus momentos “down”, mas logo os benefícios da vida aqui superaram qualquer dificuldade. A adaptação das crianças é incrível. Na idade dos nossos, tudo é festa. Mesmo no inverno, mesmo não falando inglês nos primeiros meses de creche/escola, nunca reclamaram. Cada dia era uma novidade, o que ajudou bastante. Hoje falam inglês bem e já estamos na fase de forçar a barra para eles manterem o português!!!

Calgary

6. Calgary é uma cidade segura?

R- Para quem já morou no Rio, Recife e Salvador (Mildred foi assaltada em todas estas cidades), aqui é o paraíso! Em 2009 houve alguns incidentes entre gangues, mas nada que afete a população em geral. Em 2011 tivemos um total de 11 homicídios e só tenho notícia de 1 NENHUM caso à esmo nos últimos 4 anos. Quase todos são relacionados a gangues ou crimes passionais. Os casos de furto também são raros (apesar de termos aceitado uma oferta para instalar um sistema de segurança em casa). Lembro de uma discussão acalorada num grupo online em que participo, quando um mané quis insinuar que o Canadá não é seguro... Todo mundo que mora aqui caiu de pau.

7. Qual(is) o(s) melhor(es) lugar(es) para se viver em Calgary (bairro: segurança, preço, localização)?

R- Eu particulamente adoro minha região, que é o sul de Calgary. Também gosto no noroeste e das partes oeste e sudoeste. Fujam de certas regiões do NE e do SE, acima e abaixo da Memorial Drive. Bowness, no NW, também não é legal. Muitos casais sem filhos tem optado por morar no centro ou no beltline (região que circunda o centro). Há uma vantagem logística, mas é outro estilo de vida...

8. Quanto tempo dura o inverno e o verão de Calgary?

R- Em abril os primeiros dias agradáveis dão o ar da graça, mas ainda neva (bastante). Maio melhora e o verão “mesmo” é Junho (intercalado com MUITA chuva), Julho e Agosto. Dificilmente registram-se temperaturas acima de 30°C no verão (1 ou 2 dias) e as manhãs começam com 10°C. De setembro a novembro, os termômetros vão só descendo. O bicho pega em dezembro, janeiro e fevereiro. Mas como costumo dizer: imigrante não tem direito a reclamar do clima!!! "Comes with the package!". P.S.: O atual inverno está sendo totalmente atípico, com somente uma semana de temperaturas extremas (-25°C ou menos), pouca neve e temperaturas positivas quase todos os dias.

9. Qual o melhor lugar para se comprar roupas, alimentos, móveis e coisas para casa?

R- Fazemos 95% das nossas compras no Superstore, que é mais supermercado e menos loja de departamento (o Wal-mart é o contrário). Utilizamos também a Costco periodicamente, mas é necessário ser sócio (pago) para poder ir lá.

O Wal-mart é parada obrigatória para quem está chegando, com grande variedade e bons preços para roupas e utilidades domésticas... Para roupas há ainda uma infinidade de lojas de material esportivo (Sportcheck, Sport Mart, MEC etc.) e outras lojas de departamento. Tem ainda o Value Village, que vende roupas usadas.

Móveis têm dois endereços: The Brick ("for big screen TVs, nobody beats the Brick") e Ikea.

10. Calgary é uma cidade fácil de se locomover?

R- Para a maioria dos lugares, sim. O C-Train tem duas linhas, ambas passando pelo centro. Uma vai do sul (Somerset) até o extremo NW (Tuscany), passando pela universidade. A outra vai do NE até o centro, mas está sendo extendida para o oeste. O site do Calgary Transit é muito bacana, especialmente o link “Trip Planner”, além dos detalhamentos das rotas (“Schedules”). As plataformas das estações do C-Train e paradas de ônibus não são climatizadas!

11. Tem locais bacanas pra passear na cidade com as crianças (do tipo museu, parque, teatro)?

R- Há inúmeros parques pela cidade. Meu preferido é o Heritage Park, uma cópia de Calgary 120 anos atrás. Há centros de lazer com piscina (algumas com ondas artificiais), um lago artificial que forma uma "praia", zoológico, centro de ciências e outras inúmeras atrações. Pelo menos duas casas de espetáculo (Jack Singer Concert Hall e Southern Alberta Jubilee Auditorium).

12. Você acha o sistema de saúde ruim daí? Por quê?

R- Não acho ruim não. A saúde PRIVADA no Brasil é melhor, pela pujança que nos proporciona e pela pouca espera para se fazer consultas e procedimentos. O único problema que vejo aqui é o tempo que se leva para marcar consultas com especialistas e alguns procedimentos clínicos e cirúrgicos. Mas os hospitais são extremamente bem equipados e a medicina de ponta é de excelência. A filosofia de medicina preventiva é diferente do Brasil e conseguir um médico de família nem sempre é tarefa fácil. Recomendo chegar aqui com o check-up feito e com o espírito preparado para as diferenças entre os sistemas.

14. Vocês fazem o próprio imposto de renda?

R- O conceito é bem parecido com o Brasil. A diferença, além de alíquotas e deduções, é que a gente tem que compar o programinha. Mas a grande diferença é no tempo para restituição: semanas após a entrega da declaração. Se o pessoal detectar algum erro ou irregularidade, mandam uma nota de retificação ou solicitam esclarecimentos. Se restituíram a menos, pagam a diferença. Caso contrário, cobram o pagamento.

15.Em relação ao banco, tem algum que seja melhor para imigrantes?

R- Usamos o Scotiabank e estamos satisfeitos. Já ouvi reclamação do Bank of Montreal. Não creio que nenhum deles tenha um programa dedicado a imigrantes.

16.Como funciona a coleta de lixo em Calgary? É coleta seletiva? Há algum custo para tê-la?

R- A coleta seletiva começou em Calgary há pouco mais 3 anos. Cada residência tem 2 caçambas: uma preta para lixo comum (tem que ser ensacado) e uma azul para lixo reciclável. Vasilhames reembolsáveis podem ser colocados na caçamba azul (sem reembolso) ou levados para os 'bottle depots' para reembolso dos valores pagos na hora da compra do produto. Apartamentos e townhouses não recebem as caçambas e os condomínios têm que cuidar do próprio lixo contratando empresas terceirizadas.

A prefeitura está começando a distribuir um latão gigante para a gente colocar os recicláveis e tê-los coletados, não tendo que levar nos depósitos. Mas só começa a operar no ano que vem.

17. Já ouvimos rumores de que há enchentes em Calgary, é verdade?

R- Já aconteceu. O nível dos rios Bow e Elbow pode subir bastante no início do verão, com as chuvas e o degelo das montanhas, mas creio que as áreas afetas são só as ribeirinhas (leia-se as casas dos bacanas). As cidades banhadas pelo Bow ao sul de Calgary (o Elbow encontra o Bow no centro de Calgary) são mais afetadas e tiveram problemas mais recentemente.

Custo de vida

18. Qual o custo médio de vida em Calgary (para um casal sem filhos)?

· Aluguel: de 1000 (quarto e sala ou condo pequeno) a 1800 (casa bacana). Págavamos 1200 + energia num 2 quartos e depois 1400 + energia + gás + água por uma casa de 3 quartos.
· Feira: 500 (casal) a 800 (nós, com 4).
· Transporte: 94por pessoa se pegar o passe ou 2.75 por viagem se pegar o talão.
· Roupa: varia MUITO. Um bom casaco custa de 100 a 200, assim como uma boa boa bota de neve. O resto é acessório! Uma calça jeans vaira de 15 a 40 (ou 400, mas aí é outra história...)
· Lazer: Nada custa menos de 10 dólares para entrar. Raramente custa mais de 20. Teatro e shows devem ficar entre 30 e 90 dólares por pessoa.
· Escola de línguas: LINC é gratuito. ESL é pago, tem que pesquisar
· Escola para os filhos: gratuita, exceto por algumas taxas que podem variar de 80 a 300 dólares por ano.
· Plano de saúde: o Alberta Health é gratuito, mas há planos de medicina complementar (que pagam parte dos remédios e dentistas e dão cobertura para ambulâncias e tratamentos alternativos).
- O custo de manter um carro vai bem além do valor de compra ou da prestação. O seguro de um motorista sem histórico pode ultrapassar $3,000 por ano!

19. Em relação escola, como providenciar a matrícula das crianças e como funciona o transporte escolar?

R- O primeiro passo é escolher entre o sistema público (CBE) e o separado, mantido pela arquidiocese católica. Ambos são gratuitos. Dá uma ligada para o departamento de educação para marcar uma entrevista, onde vão ser fornecidos dados das crianças, alguns documentos e marcada uma avaliação para ver o nível de inglês e fazer outras análises pedagógicas.

A escola é designada conforme o endereço. Para colocar em outra escola (nosso caso, pois queríamos uma com jardim de infância em tempo integral para Lucas, o mais novo), tem que procurar a escola e entrar em lista de espera.

O transporte escolar é fornecido se o aluno morar a mais de 1,2km da escola e tem uma taxa anual. Se o aluno estudar em outra escola que não a que foi designado, não pode contar com transporte escolar.

20. Qual melhor época de alugar apartamento? E o que é preciso para alugar?

R- Creio que não há época ideal para isso, mas normalmente os contratos vencem e começam no primeiro dia do mês. É normal pedirem o primeiro mês de aluguel + 1 mês de caução (aqui se paga o aluguel antes do mês vigente, diferente do Brasil). Os contratos que nós tivemos foram super simples e não se falou de fiador. Se trabalhar, é bom mostar o contra-cheque.

21. Serviços de estética e beleza são comuns por aí? Qual média de preço dos serviços?

R- São comuns e bem caros que no Brasil, mas os preços variam. Um corte de cabelo pode variar de 25 a 60 dólares.

22. Todo mundo fala que não devemos encher a mala com nossas roupas de inverno, porque elas estão preparadas para outro “tipo” de frio. Podemos esperar muita liquidação nas lojas canadenses?

R- Realmente não vale a pena comprar nada aí. Mas, se já tiver, recomendo trazer. Usamos todas as que trouxemos.

Roupas de inverno em liquidação, só na primavera... Mas dá pra montar o guarda-roupa para o primeiro inverno sem gastar tanto. Nós fizemos isso. A partir do segundo inverno, a gente compra mais uma coisinha ou outra e começa a ter mais variedade. Eu passei o primeiro inverno todinho com o mesmo casaco...

Mas tem sempre a Value Village para quebrar um galho.

23. E em relação a celular, os planos são caros?

R- Pago cerca de 100 por mês num plano família com 2 aparelhos que falam de graça entre si e uma linha com dados. Dá pra pagar menos por planos mais simples ou mais, se quiser mais coisas. Um dos aparelhos saiu de graça e ou outro, melhorzinho, saiu por 50.

24.Você sabe dizer o mínimo que a pessoa deve ganhar para conseguir se manter (sem luxo)?

R- É uma opinião bem pessoal, pois o entendimento de luxo é bem subjetivo, tanto quanto o grau de sacrifício que cada um se dispõe a fazer... Para um casal, $3,000 líquidos parece ser sufienciente. Um filho, $3,500. Dois filhos, $4,000. Para estas faixas de renda, considerem um desconto em folha de cerca de 30%.

25. Como tirar a carteira de motorista? Qual o custo?

R- Custos: 17 para o teste teórico (te dão a catetegoria 7), 60 para traduzir, 130 para o teste prático da categoria 5 e 22.5 para atualizar da 7 para a 5 (é emitida outra carteira). 22.5 para cada mudança de endereço ou outra autalização que requeira nova emissão.

26.Carros são baratos? Quanto custa?

R- Eu ainda fico de boca aberta com os preços dos carros... Nosso primeiro carro foi uma Dodge Caravan 94, que compramos de um mecânico miuto bem referenciado por 1.300 dólares. Dá pra comprar coisa melhor de 2.000 a 5.000 ou um carro legalzinho de 5.000 a 10.000. Os carros novos começam em 12.000. Um Civic ou um Corolla sai por uns 22.000 razoavelmente equipados. Uma Dodge Grand Caravan começa em 21.000 nova.

Emprego

27. Existe uma grande oferta de emprego? Quais os tipos de emprego mais comuns?

R- Vejo muita vaga na parte de TI e em todas as especialidades ligadas à indústria petrolífera. Se a pessoa já traz bagatem nestas áreas, o dilema da experiência canadense é grandemente diminuído. Para profissionais de áreas regulamentadas (saúde, engenharia, arquitetura, direito, entre outras), a coisa é mais complicada, pois estes têm que ser reconhecidos para exercerem suas profissões plenamente. A área de saúde é a mais complicada de todas, mas a engenharia não fica muito atrás (sou engenheiro, mas como atuo como gerente de projetos, minha certificação PMP conta mais que o título P.Eng, que ainda não estou buscando).

Trabalhos em profissões menos qualificadas (atendentes, vendedores, construção, almoxarifado) são amplamente disponíveis, mas pagam somente de 10 a 15 dólares por hora (deixo a matemática para vocês). A regra é: trabalhou, recebeu; não trabalhou, não recebeu.

Entreguei pizza por um tempo e foi legal (não atrapalha a busca por emprego). Trabalhei num frigorífico e me arrependo até hoje (atrapalhou a busca por emprego e ainda fiquei doente...).

28. Qual é a média do salário em Calgary? Isso é bom ou ruim?

R- Qualquer profissão mais bem qualificada vai render mais de 50.000 ao ano (bruto). Na medida que a especialização e a experiência vão aumentando, pode-se almejar salários de 75.000 a 120.000 ao ano. A turma já bem estabelecida profissionalmente e em cargos de responsabilidade (gerência ou supervisão ou especialistas técnicos sêniors) pode ganhar mais de 150.000 anuais tranquilamente.

18 comentários:

Anônimo disse...

Olá, =)
Parabéns pelo blog! É praticamente um serviço de utilidade pública, =)
E já começo pedindo desculpas pelo meu atrevimento em já chegar pedindo uma ajuda, alguma informação.
Me chamo Larissa, sou de João Pessoa-PB mas há 1 ano e meio moro em Lisboa, vim tirar o meu mestrado aqui (ah se arrependimento matasse.....). Irei fazer 2 meses de intercambio (julho e agosto) em Calgary pra dar um up no inglês, tirar a proficiência, etc.
Entretanto, o custo com homestay ficou muito alto, cerca de 1700 CAD pelos 2 meses. E é nesse ponto que eu gostaria de uma opinião. Eu consigo alugar um quarto facilmente? Por até 500 CAD por mês ? Não preciso de muito luxo, ainda estou no modo de "vida de estudante"... só preciso de um lugar limpo, que eu possa usar a cozinha e que tenha facilidades de transportes (a escola fica na 515 1st Street SE). Tem algum bairro que eu deva evitar? Há algum jornal online que eu possa checar os classificados? Andei a ver alguns anúncios na internet, mas uns nunca me respondem (do kijiji por exemplo) e outros sites não me parecem tão confiáveis, fiquei em dúvida...
Bem, desculpe-me pelo incomodo e pelas mil perguntas, mas vocês me pareceram um casal muito simpático.

Beijinhos,
Larissa Barros - (larissahb@gmail.com)

Kalyne disse...

Esse post eh realmente perfeito. Parabens!

Andre Mangabeira disse...

Olá Família, como vai.
Me desculpem fazer uma pergunta meio off-topic, mas é que esta realmente difícil encontrar referências de brasileiros estudando em calgary. Só acho relatos de toronto e vancouver. Vocês saberiam indicar alguma escola particular de inglês para uma faixa etária mais adulta ? (casa dos 30). Pretendo ficar 3 meses apenas, mas em curso intensivo. Agradeço por qualquer qualquer dica e parabéns pelo sucesso ai no Canadá.
André(Brasília-DF)

Pati e Temps disse...

Uau, amei o post!!! Muito informativo!!!

Vou ler esse blog tintim por tintim!!!

Fernanda Holthauzen disse...

Bem bacana o post. Parabéns pelo blog!

Felipe disse...

Parabéns pelo blog, tenho algumas duvidas. Atualmente venho estudado a possibilidade de migrar para o canada, primeiramente tenho intenção de fazer um intercambio. Sou da área de ti e vendo outras opções como vancouver, a impressão que tive é que ai em calgary a mais empregos, correto ? E a área de ti, se paga bem por ai ? Ou fica em torno do mesmo que vancouver ? Vejo comentarios que a media de vancouver é em torno de 64 a 70 mil/ano. Outra coisa, pesquisando, vi que nesse estado os impostos são menores, confere ? Vale a pena ?

ReMiGaLu disse...

Resposta para o Felipe:

Não sou expert em salários na área de TI, mas em geral os salários são ligeiramente mais altos em Calgary quando comparados a Vancouver. Impostos em geral são mais baixos em Alberta (tanto o imposto de renda quanto o imposto sobre venda de produtos e serviços - GST & PST - já que Alberta não cobra o PST).

O custo de moradia é mais baixo em Calgary (tanto para alugar quanto para comprar).

Contudo, há muito além dos custos e ganhos para se escolher uma cidade. Recomendo continuar sua pesquisa para definir qual a melhor opção para você.

Abraços,

Renato

Laura Dozza Reis disse...

Primeiramente, parabéns pelo Blog e pelo Post.. Me chamo Laura e para mim que estou surtando com minhas dúvidas sobre o Canadá tem ajudando muito. Vi que você comentou sobre aula de inglês no LINC, ele é apenas para imigrantes, ou existe a possibilidade de estudar inglês lá apenas por experiência e ensino de inglês?
Vocês conhecem a Global Village, escola de inglês ai? Foi a única que encontrei com venda no Brasil. Estou em dúvida para qual cidade fazer intercâmbio e tenho em baseado nos custos e na escola, principalmente.
Agradeço desde já a ajuda!
Beijos e abraços
Laura - laufdj@gmail.com

About Us disse...

Muito legal o seu blog! Adorei!

Estou tentando a tempos falar com algum brasileiro que tenha entrado na policia de Calgary.
Conhece alguem? Sabe como funciona pro imigrante?
Será que o processo de cursos e etc pode ser dado incio logo que chegarmos?

Obrigada, meu email é priabley@hotmail.com

Alexandre Aguiar disse...

Parabéns pelo blog, realmente perfeito pra quem está com idéia de ir para Calgary. Tenho algumas dúvidas que queria sanar com vocês...rsrsrs... Eu e um amigo ganhamos seis meses de moradia toda paga em calgary, mas o resto fica por nossa conta, teremos que pagar um curso de inglês (o que ta beem dificil devido aos preços) e mais alimentação e vestuário. Quanto a emprego, quanto ganha mais ou menos um emprego de garçom ou algo do gênero(que seja fácil de encontrar para quem ainda não fala tão bem)?
Gostaria que você me indicasse um curso mais em conta, levando em consideração que ficaremos apenas 6 meses, se possível, é claro. Desde já agradeço a ajuda, que realmente foi grande com esse post. Meu nome é Alexandre e meu e-mail é alexandre.dcbartmanagement@gmail.com

Eduardo disse...

Bom dia

li o seu blog e achei muito boas e validas as informações que você postou, procurei em diversos site e não conseguia encontrar resposta de um monte de coisa e em um tópico seu respondendo 28 perguntas me respondeu muitas das duvidas que eu ainda eu não tinha resposta, ainda tenho uma duvida que acredito que você possa me ajudar.

Quando você diz que sua certificação de PMP conta muito mais que o sua faculdade de engenharia, minha esposa trabalha na área de consultoria aqui no Brasil na empresa Deloitte e ela possui certificado de mapeamento de processo que é um certificado internacional, você conseguiu arrumar trabalho nessa area ? Queremos migrar para Calgary em Agosto desse ano, mas ela gostaria de trabalhar na area dela, tem algum curso por ai que facilite a entrada nessa área ? Muio obrigado pela atenção e pela disposição de escreve um blog e ajudar um monte de gente com essas duvidas.
eduardo_s_pereira@yahoo.com.br

Odi e Ale disse...

Olá parabens pelo blog! Ler toda a historia sua e de sua familia foi muito inspirador e pude sanar muitas duvidas do processo. Minha esposa e eu tambem planejammos imigrar toda a familia e para manter o foco nessa jornada tambem resolvemos escrever um blog e poder compartilhar nossos dilemas com outras pessoas.
http://frozenpequicanada.blogspot.com.br/

Fabrants disse...

Informações valiosas. Obrigado!

Grazi Lima disse...

Olá, estamos se programando para imigrar p Canadá... Somos um casal com uma filha de 13 anos...nossa intenção é um prestar o College e o outro trabalhar neste tempo...estamos pesquisando, pesquisando, pensamos em Toronto ou Calgary...gostamos muito de Calgary, mas ficamos em dúvida pelas enchentes...isso acontece com frequência ? ou foi somente em 2013 ? Essa informação é crucial p podermos nos decidir...

Será q pode nos ajudar ?
Obrigada

Grazi

Grazi Lima disse...

Olá, estamos se programando para imigrar p Canadá... Somos um casal com uma filha de 13 anos...nossa intenção é um prestar o College e o outro trabalhar neste tempo...estamos pesquisando, pesquisando, pensamos em Toronto ou Calgary...gostamos muito de Calgary, mas ficamos em dúvida pelas enchentes...isso acontece com frequência ? ou foi somente em 2013 ? Essa informação é crucial p podermos nos decidir...

Será q pode nos ajudar ?
Obrigada

Grazi

ReMiGaLu disse...

Grazi, enchentes como a de 2013 são raras e nunca antes havia ocorrido nesta escala. Apesar dos extensos danos a certas áreas e impacto no funcionamento do centro da cidade por uma semana, a maior parte da cidade não foi atingida.

Pequenos alagamentos em áreas específica acontecem, mas também em báixa frequência.

Os governos municipal e provincial estão estudando medidas concretas de proteção contra futuras enchentes, que devem ser implantados nos próximos anos.

Priscilla Silva disse...

Ola. Excelente postagem e conteudo de primeira qualidade. Espero que sempre atualizem. Recomendarei muito.
No meu caso, atualmente moro em Saint Louis - USA, mas em julho /2015 volto para o Brasil :( Passei um ano aqui e gostei muito. Estou querendo fazer pos doc em Calgary - area da saude. Quero estar por ai no maximo ate 2018, e estou me programando desde ja. Se voces puderem me ajudar com nomes de bons bairros proximo da University of Calgary, para 3 pessoas, agradeceria muito.
No mais, agradeco desde ja pela informacoes. Foram muito esclarecedoras.
Priscilla

ReMiGaLu disse...

Olá, Priscila. Há muitos bairros bons na região NW da cidade. University Heights seria o mais próximo, colado com a parte sul do campus. Varsity fica ao norte e é um bairro muito bom. Charleswood também é próximo, mas creio que as casas sejam mais antigas.

Note que o C-Train passa do lado do campus e opções de ônibus. Estacionamento não é barato no campus. Bairros como Tuscany, Arbour Lake, Dalhausie etc ficam mais no canto NW da cidade (ao longo da Crowchild Trail) e são bem servidos pelo C-Train, poucas estações depois da universidade.

Espero que as informações sejam úteis.